sábado, 25 de abril de 2009

KALAREL WHO?

Sessão ocorrida em 25/04/2009 – Journal Entry #002

REGIÃO: Nentir Vale - Winterheaven

- WRAFTON’S INN: Após comerem uma deliciosa refeição e fazerem os arranjos para quartos na estalagem, os heróis, sentados à mesa, discutem seus próximos passos. Resolvem perguntar sobre a Savana Wrafton, a proprietária da estalagem sobre a história da região e se ela conhece algo sobre alguma antiga cripta nas proximidades da região. Savana diz que o vilarejo foi fundado na época do antigo império, sobre a proteção de uma fortaleza ao norte que hoje se encontrava em ruínas e que possivelmente teria virado lar de seres tenebrosos com o passar das décadas. Conta também que a região vem sendo atacada por kobolds e que nos últimos tempos estes ataques teriam aumentado e que Lorde Pandraig, o dignitário líder do vilarejo, talvez pudesse empregar os aventureiros no combate à ameaça dos dracônicos. Ela não nada sabe sobre tal cripta, mas que o velho fazendeiro Eillan sabe bastante sobre a história da região.
Eillan é um velho fazendeiro que habitualmente para na Wrafton’s para beber e conversar. O simpático velho aceita se juntar à mesa dos heróis para conversar. Durante a conversa, descobrem que Douven Staul realmente passou por Winterheaven à cerca de dois meses e teria ficado amigo do velho Eillan e realmente estava à procura de um local das proximidades que acreditava ser o local de sepultamento de um antigo dragão. Aparentemente Staul estava atrás dos possíveis tesouros que poderiam estar enterrados junto com a fera.
Matrim tenta cortejar a jovem elfa que estava bebendo sozinha numa mesa num canto do salão comunal da estalagem, mas ela rechaça todas as suas investidas de forma até grosseira.
Os heróis também tentam puxar papo com Valthrum, um tipo de sábio da região, ele conta que a fortaleza ao norte datava da época do império e havia sido construída por um cavaleiro chamado Sir Keegan com o intuito de deter alguma ameaça que ele não estava certo o que era. Reforça a opinião de Savana sobre a fortaleza dizendo que há tempos estava abandonada e que hoje poderia ser assombrada e perigosa. Aparentemente ninguém que foi explorar as ruínas nas últimas décadas retornava para contar o que havia por lá. Porém os heróis conduzem a conversa de forma bastante inapropriada, praticamente se convidando para fuçarem nas anotações e tomos do erudito, fato parece desagradar bastante o ancião que pede licença para se retirar. Por fim, os heróis decidem ir procurar por Lorde Pandraig em sua mansão nos muros internos do vilarejo para checar sobre a ameaça kobold.
- MANSÃO PANDRAIG: Os heróis conversam com Lorde Ernest Pandraig e se oferecem para eliminar os problemas com os kobolds que vem atacando a região. Na verdade, eles estão seguindo a trilha que encontraram em Cloak Wood que sugeria que Irontooth, o líder do bando kobold, poderia estar envolvido na captura dos tribais desaparecidos. Lorde Pandraig conta que há tempos vem tentando erguer forças para combater o bando, mas que não possui meios, nem voluntários, suficientes para tal. Ele oferece uma recompensa de 100 GP pela cabeça de Irontooth e todo espólio que os heróis encontrarem no Covil dos kobolds, mesmo que estes pertencessem aos moradores de Winterheaven anteriormente.
- COVIL KOBOLD: Seguindo as orientações de Lorde Pandraig, os heróis localizam o esconderijo dos Kobolds. Apesar de tentarem se aproximar sorrateiramente, os heróis são identificados e um combate intenso acontece. Os heróis matam diversos kobolds, mas dois deles conseguem escapar para uma caverna oculta por trás de uma queda d’água. Ao perseguirem os fugitivos caverna adentro, os heróis encontram uma turba de kobolds furiosos que os ataca a primeira vista. Os heróis são recebidos por uma chuva de azagaias e espremidos pelo bando que estava em clara superioridade numérica. Os Kobolds parecem ser liderados pelo goblin Irontooth, que luta com uma feracidade imensa. O combate não vai muito bem para os heróis que apesar de derrotarem os inimigos acabam tendo duas baixas: o bardo Matrim e o xamã Belkar. Goc se recorda de ter ouvido falar da existência de rituais capazes de trazer pessoas recém mortas de volta a vida. Godgedemed e Aghro urgem de volta para Winterheaven com o corpo dos amigos mortos à procura de ajuda da sacerdotisa do vilarejo, Irmã Linora, enquanto SideWinder e Goc ficam para trás para revistarem o covil a procura de pistas. Eles encontram uma carta endereçada ao goblin morto e assinada por alguém chamado Kalarel. A carta faz menção à volta de servos do Deus Orcus para a região e que Kalarel teria um espião infiltrado em Winterheaven. Os heróis também encontram uma substancial quantia em moedas e percebem que a armadura utilizada por Irontooth é mágica. SideWinder e Goc voltam para Winterheaven também e se encontram com os amigos no Templo de Avandra.
- TEMPLO DE AVANDRA: Irmã Linora, a jovem sacerdotisa do templo, pronto atende os heróis desesperados para salvarem seus amigos. Ela diz que deve ter um ou dois pergaminhos do ritual de ressurreição e sai para procurar. Godgedemed requisita a presença de Lorde Pandraig. O lorde chega ao templo e é informado do sucesso relativo da missão e lamenta profundamente pela queda de dois dos heróis. Os heróis mostram a carta encontrada no covil, o que deixa Lorde Pandraig transtornado. Ele pede que um guarda vá buscar Valthrum que também parece ficar bastante preocupado com a possibilidade de cultos ligados à Orcus estarem operando na região. Linora retorna de seus aposentos dizendo que possuía apenas um pergaminho do ritual de ressurreição. Os heróis teriam que escolher qual dos amigos seria trazido de volta a vida, mas Goc intercede dizendo que era vontade de Belkar cumprir o ciclo natural da vida. Valthrum conta que após ter falado com os heróis na taverna, aquilo despertou sua curiosidade e ele acabou indo pesquisar mais sobre a história da fortaleza. Conta que na verdade a fortaleza foi criada para proteger um selo místico colocado pelo antigo império sobre uma fenda que ligava o plano normal à Shadowfell. À Sir Keegan foi dada a incumbência de comandar a fortaleza e proteger o selo para que ele nunca fosse violado. Mas com a queda do império, Keegan acabou enlouquecendo influenciado pela forças ocultas da Shadowfell e levado a matar todos os habitantes do forte, o que trouxe ruína à fortaleza. Desde então o lugar tem sido assombrado pelos fantasmas daqueles que um dia juraram proteger o selo. E quem quer que esse tal Kalarel fosse devia ser poderoso o suficiente se foi capaz de tomar o forte para si. Valthrum ressalta a importância de impedir que a fenda seja reaberta e pede Pandraig interceda junto aos heróis por ajuda. Lorde Pandraig então oferece arcar com os custos do ritual de ressurreição como forma de pagamento pela ajuda dos heróis.
Os heróis preparam o funeral de Belkar enquanto Linora começa os preparativos para trazer Matrim de volta à vida. O funeral de Belkar acontece de forma simples, nos terrenos do templo. Pandraig e Valthrum comparecem ao funeral prestando suas honras ao herói caído.
Após o funeral os heróis retornam à Wrafton’s e bem até o amanhecer em homenagem ao amigo morto. Todos vão dormir bêbados e quando acordam no outro dia recebem a feliz notícia que Matrim estava bem, mas em repouso no templo. Eles então vão visitá-lo e decidem que precisam ir para a fortaleza no próximo dia. Aghro sai pelo vilarejo em busca de poções de cura para comprar para a próxima jornada do grupo. Ao cair da noite os sinos do alarme da cidade começam a tocar. Os portões são fechados e os heróis, inclusive Matrim vão aos portões para descobrirem o que está acontecendo. Aparentemente alguma coisa estava acontecendo no cemitério da cidade que ficava a meia milha ao sul do vilarejo. Os heróis resolvem ir investigar de perto.
-CEMITÉRIO DE WINTERHEAVEN: Ao chegarem ao cemitério os heróis encontram sinais de tumbas remexidas. Uma luz azulada brilha próxima a um dos mausoléus. Ao entrarem no cemitério, são atacados por esqueletos que se levantam da terra ao seu redor. Além dos esqueletos, duas bestas infernais também atacam os heróis. No meio do combate os heróis descobrem quem estava por trás do engodo: Ninaran, a elfa que haviam trombado na Wrafton’s dias atrás. O combate é intenso e as poções de cura recém adquiridas provam-se valiosas para os heróis. Os heróis vencem, derrotando a elfa maligna. Com ela, encontram mais uma carta de Kalarel, indicando que ela era a espiã infiltrada em Winterheaven. Mais uma vez, indícios apontam que Kalarel estaria próximo a conclusão de seu ritual para abertura da fenda da fortaleza. Mas os heróis pretendem detê-lo.


Sumário da Sessão:

QUESTS COMPLETADAS: Nenhuma

XP GANHO: 520 XP por personagem

DINHEIRO GANHO: 557 GP + 95 SP

DINHEIRO GASTO:
  • 3 dias de hospedagem na Wrafton’s Inn (2 quartos): 30 sp

  • 10 refeições na Wrafton’s Inn + Ale: 40 sp

  • Funeral de Belkar: 1 GP colocada na mão dele para pagamento da travessia.

  • (2) Sunrods na Grande Loja de Bairwin: 4gp

  • (7) Healing Potions na Grande Loja de Bairwin: 350 GP

CONSUMÍVEIS GASTOS: (2) Sunrods; (5) Healing Potions

ITEMS MUNDANOS COMPRADOS: (2) Sunrods

ITEMS MÁGICOS ENCONTRADOS: Veteran’s Hide Armor +1

ITEMS MÁGICOS COMPRADOS: (7) Healing Potions

SALDO EM MOEDAS: + 202 GP e 25 SP = 40 GP e 9 SP por personagm.

O dinheiro foi distribuido nas áreas SHOP de cada personagem. As poções restantes estão com Matrim e Goc. A armadura mágica que pertencia a Irontooth está não-equipada (por conta do tamanho) com Godgedemed.


HERÓIS ATINGEM NÍVEL 2



MORTE DE BELKAR BLACKMOORE

3 comentários:

Takren disse...

Cara, esse blog está ficando muito legal, heim?

Zebode disse...

Inté que sua idéia de usar a diagramação dos livros como mote num ficou de todo mal né? =P

Falta agora um ilustrador lazarento fazer umas imagens bacanas !!=)

contosderpg disse...

sim, prometeu tem que cumprir!
pq palavra de homem não faz curva